VOLTA AS AULAS


HOJE RETORNAMOS NOSSAS AULAS.
AS CRIANÇAS VOLTARAM FELIZES E ENCONTRARAM SEUS AMIGUINHOS.
ESTAMOS EM PERIODO DE ADAPTAÇÃO.
É UM MOMENTO DE MUITA PACIÊNCIA E CARINHO.

LOGO LOGO ENTRAREMOS NA ROTINA.

















































domingo, 16 de setembro de 2012

PROPOSTA PEDAGÓGICA MATERNAL 2

                                                    IDENTIDADE E SOCIALIZAÇÃO
É tempo das crianças fortalecerem a própria identidade pela imposição de desejos. Elas usam todos os recursos (choro, linguagem corporal e fala) que conhecem para interferir na ação do outro e conseguir seu intuito mas, geralmente, precisam da ajuda da professora para que as situações de impasse sejam encaminhadas. O relacionamento com os adultos amplia-se, pois passam a reconhecer como elementos da escola outros componentes: porteiro, coordenadora de informática, professora de inglês, pais dos colegas... Observa-se um estreitamento na relação afetiva com os colegas de turma. O vínculo entre as crianças revela-se em manifestações carinhosas, nas trocas de brinquedos e nas brincadeiras organizadas por regras simples. Em contrapartida, começam a compreender que a estima e o tempo que os adultos dedicam a elas precisam ser compartilhados com os colegas, o que é geralmente difícil de ser suportado, podendo ocasionar reações intensas.

                                                      MOVIMENTO
As crianças conquistam um equilíbrio entre movimentos espontâneos e controlados e avançam no desenvolvimento de sua motricidade global. Deslocam-se com destreza gradativa no espaço, aumentando a confiança em suas capacidades e habilidades motoras. Em relação ao conhecimento do próprio corpo, identificam manifestações corporais de seus próprios afetos e emoções. Percebem, ainda, algumas diferenças culturais que caracterizam o sexo masculino e o feminino.

                                                      ARTES PLÁSTICAS
As crianças são convidadas a apreciar a produção da arte nacional como expressão da nossa cultura e a perceber o trabalho de artes plásticas como re-apresentação da realidade. O contato com as artes permite que ampliem o seu repertório imagético e desenvolvam a leitura das imagens. Elas são, também, estimuladas a produzir novos objetos a partir da exploração dos mais diversos materiais e suportes gráficos (sucatas, lápis cera, tinta, massa de modelar e argila, cola, papéis variados, pincéis).

                                                        ARTES MUSICAIS
A música começa a ser compreendida como produto cultural e importante forma de conhecer e representar o mundo. No que diz respeito à apreciação musical, as crianças ouvem músicas de diferentes gêneros, ritmos e estilos da produção nacional. Os alunos são desafiados a expressar-se musicalmente por meio da voz e do corpo, participando de rodas e brinquedos cantados. Neste contexto, exploram as possibilidades sonoras do próprio corpo, de objetos diversos e instrumentos musicais.Assim, desenvolvem a sensibilidade, a percepção e a competência musical.

                                                        ARTES CÊNICAS
Com o jogo de faz-de-conta, cria-se um espaço no qual as crianças podem interpretar e compreender, de maneira ativa e própria, os comportamentos e afetos do ser humano. Os objetos cênicos são recursos usados por elas para imitar ações de alguém conhecido, experiências vividas na família e na escola e personagens da literatura. As experiências vivenciadas nas dramatizações permitem que as crianças antecipem e prevejam comportamentos a partir de um dado contexto, introduzindo-as no mundo das ideias e das representações.

                                                        LITERATURA
A literatura permite que as crianças tenham acesso a mundos distantes e imaginários, são inesgotável fonte de informações culturais, as quais somam-se as vivências concretas dos alunos. O contato com textos literários favorece a construção do papel de leitor e o desenvolvimento de capacidades importantes tais como: a atenção, a memória, a imaginação e a interpretação da realidade.

                                                      LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
O planejamento pedagógico desta área do conhecimento propõe situações de comunicação que objetivam o desenvolvimento da competência linguística. Esta competência abrange tanto as capacidades das crianças para compreender a língua quanto suas capacidades para usá-la como falantes. As crianças são convidadas a conversar sobre diferentes temas, relatar experiências vividas, descrever pessoas e objetos, criar diálogos para personagens e recontar partes de textos literários conhecidos. Observa-se que, ao longo do ano, os alunos ampliam consideravelmente o seu vocabulário e passam a expressar claramente seus desejos e afetos. No ambiente letrado da escola, as crianças estão, ainda, em constante contato com atos de leitura e escrita. Por intermédio destas vivências, desenvolvem curiosidade pelo lugar de leitor e interesse pela função social da escrita. As crianças nessa turma já escrevem seu nome.

                                                         MATEMÁTICA
O pensamento lógico-matemático é um processo contínuo de abstração. Por meio dele, as crianças atribuem significados e estabelecem relações com base nas observações, experiências e ações que fazem sobre elementos do seu ambiente físico e sócio-cultural. Nesta faixa etária, espera-se que avancem no domínio das noções de tempo (antes, agora, depois) e de noções de localização dos objetos no espaço (perto, longe, na frente, atrás). Ao longo do ano, passam a organizar os objetos a partir de critérios como cor, forma e uso, e iniciam a contagem oral para designar quantidades.


                                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário